domingo, 18 de outubro de 2009

A dubitável certeza





Ler antes do
tempo

Crer.
A ciência de saber-se possível.
Superestimar
o ego.

O nulo.

Querer
e não ter
a certeza
Poder
e não possuir
a firmeza
Fazer
e desconhecer
o impossível

Demasiado.
Simples assim.

Exerço o meu
erro
Execro
meus acertos

E amo
a instabilidade
do porvir

Saber e ser
o que se é
anula a dúvida

Saber e ser
o que se queria ser
e o que se queria
saber.

Nada

E o fundo do escuro do mundo
é a sombra do vento
a perfumar
a cor dos dias
que já foram

E o rei da cocada preta
disse "Vamo nessa"

lhe respondi com uma careta
"Mas a verdade é outra, e diversa"

3 comentários:

  1. Ou podia ser a indubitável incerteza.
    Muito bom

    ResponderExcluir
  2. Porra alemão, tem que se decidir que blog vai manter, pow! euheuheue. mas no fundo no fundo, a verdade é outra e diversa mesmo, não tem jeito...

    ResponderExcluir

Falhe conosco