quarta-feira, 14 de julho de 2010

Há coisas, há
Muitas coisas
E me pergunto
Onde foi que eu errei
Nesta vida

As belas coisas da
Vida
Parecem não funcionar

A vida é dourada
Mas o ouro não é para todas as pessoas
Na verdade
Ouro não é para pessoas

Ouro é um sonho
Que duvida de si mesmo
E de sua própria existência

Raridade seria uma qualidade
Se fosse uma escolha
A raridade me fez perder o controle

Exceções para um
Não são exceções para todos
O que você espera,
Normalmente,
Não é o que você terá

O que você pensa sobre
Tudo
Não é como as coisas realmente são

Vergonha e arrependimento
Devem ser algum
Tipo de dor inconsciente

Que vêm e vão
Quando bem querem

Eu quero uma realidade
Apesar da minha ansiedade
Nonsense
Eu quero uma criação
Separada dos meus medos
De ser
Novo

As paredes se fecham atrás
De você

O lugar não é um
Palácio

Você pensa que vai embora.
Você pensa que vive.

5 comentários:

  1. tão real quanto...oq mesmo?!

    É...ninguém vive, mas ninguém vai embora.
    Qual o sentido dessa porra toda?!


    otimo texto, gostei!

    abraços.

    ResponderExcluir
  2. não sei se entendi
    nada é o que parece?nem tudo é real.
    aoo fiao

    ResponderExcluir
  3. porra alemão, isso significa que tu desistiu de ser rico e famoso antes dos 30? ou quer ficar rico e famoso como poeta italiano antes dos 30? enfim, nos dando ouro o resto é história..auhauahua

    ResponderExcluir
  4. porra alemão, tava logado com o orkut da cris.. mas sou eu alemão, o alemão! uahauhau. abraço

    ResponderExcluir
  5. Talvez viver aqui tem um sentido diferente. "Você pensa que vive" aponta para outra direção diferente do pensar enquanto se vive, este, tem a ver com existir, ex-sistere, movimentar-se para fora. É diferente. O sentido é outro, é kairótico, você simplesmente não pensa! Vive. E, enquanto vive, está vivo, no jogo da vida.

    ResponderExcluir

Falhe conosco